Principal >> Mundo >> Coreia do Norte: Fortes inundações destroem casas e fazendas

Coreia do Norte: Fortes inundações destroem casas e fazendas

Chuvas fortes e inundações nas províncias ao longo do revestimento leste da Coreia do Norte inundaram grandes áreas de cultivo enquanto o país empobrecido organizava esforços de socorro.

Chuvas fortes e inundações atingiram a província de Hamgyong do Sul, na Coreia do Norte. (Créditos das fotos: KRT / AP / imagem alliance)

O premiê da Coreia do Norte viajou para áreas afetadas pelas enchentes depois que novas chuvas fortes atingiram cidades ao longo da costa leste, informou a mídia estatal na quinta-feira.

Kim Tok Hun, primeiro-ministro do Gabinete da Coreia do Norte, visitou partes da província de Hamgyong do Sul e falou com tropas e outras equipes de emergência que se mobilizaram para ajudar a reparar os danos causados ​​pelas enchentes.

Hun disse que planeja aprender sobre as condições de vida das vítimas das enchentes e enfatizou a necessidade de as autoridades provinciais organizarem ajuda às enchentes, KCNA agência de notícias relatada.

Fortes inundações destroem terras agrícolas

Imagens da transmissão KCTV estatal de Pyongyang no domingo mostraram casas inundadas até os telhados, bem como o que pareciam ser pontes danificadas.

O relatório disse que mais de mil casas foram danificadas e cerca de 5.000 pessoas foram evacuadas. Centenas de hectares de terras agrícolas também foram relatadas como submersas ou perdidas na província devido ao colapso dos diques do rio.

O líder norte-coreano Kim Jong Un ordenou apoio financeiro para South Hamgyong para ajudar em sua recuperação.

Kim disse em junho que a situação do abastecimento de alimentos da Coreia do Norte estava ficando tensa devido aos danos persistentes de um tufão.

O impacto dos desastres naturais na Coreia do Norte é agravado pela infraestrutura fraca e pela pobreza generalizada, enquanto o desmatamento a deixou vulnerável a inundações.

Sanções internacionais contra o programa de armas nucleares do regime norte-coreano isolaram o país.

North sofreu com a fome em todo o país na década de 1990, que matou centenas de milhares de pessoas.

A chuva continua

Enquanto o primeiro-ministro da Coréia do Norte percorria Hamgyong do Sul, até 300 milímetros (11,8 polegadas) de chuva caíram em algumas áreas da província de Hamgyong do Norte na quarta-feira, informou a emissora estatal KRT.

As chuvas já atingiram essas regiões, por isso precisamos preparar contra-medidas completas, disse um apresentador do KRT.

O apresentador pediu medidas de proteção de residências, outros prédios e infraestrutura para evitar danos causados ​​por deslizamentos causados ​​por enchentes.